C a r r e g a n d o . . .

10/01/2024

[Série Climate Solutions Lab] Catalisadores de mudança: O trabalho visionário de Zeinabou M. Noura na ponte entre a medicina e a ação climática

A Dra. Zeinabou M. Noura é uma jovem médica e ativista com mais de 16 anos de experiência em liderança ambiental em ONGs. Ela coordenou programas e projetos em níveis sub-regionais e é membro de várias redes e comitês intersetoriais, incluindo o comitê nacional de monitoramento e implementação da Contribuição Nacional Determinada do Níger. Atualmente, ela está no ciclo de pós-doutorado, tendo acabado de concluir seu primeiro ano de estudo em Endocrinologia, Metabolismo e Nutrição pela Université Félix Houphouët Boigny. Ela tem um doutorado em medicina e um certificado em mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

Além disso, recebeu vários prêmios, incluindo ser nomeada uma das 100 mulheres mais influentes do Níger em 2013 e receber o prêmio de melhor comunicação científica na Journée Africaine d’Endocrinologie Clinique Adrien Lokrou d’Abidjan em 2023. Ela trabalha com questões de saúde, meio ambiente e desenvolvimento desde 2013, inclusive liderando o primeiro fórum de jovens do Níger e um estudo internacional sobre saúde, população, meio ambiente e desenvolvimento. Ela também fez parte da delegação internacional oficial do Níger em conferências sobre mudanças climáticas, participando de painéis de alto nível, conferências ministeriais e várias validações de estratégias nacionais.

“Para adaptar efetivamente o setor de saúde, é fundamental compreender as interações das doenças com as mudanças climáticas, sua evolução, vulnerabilidades e ferramentas de vigilância e alerta precoce. Os profissionais de saúde devem estar comprometidos com esse novo mecanismo, promovendo a resiliência nos centros de saúde por meio do fortalecimento da infraestrutura e da promoção da energia verde. As soluções científicas e tecnológicas são essenciais para essa luta coletiva.”
Dr. Zeinabou M. Noura.

Zeinabou começou seu compromisso com a ação climática muito cedo, inspirada pelas atividades de sua mãe como geógrafa e membro de uma ONG sobre meio ambiente e desenvolvimento sustentável.) Ao juntar-se a ela em atividades de saneamento e reflorestamento, bem como em conferências, ela descobriu um profundo amor pela proteção do meio ambiente. Ao mesmo tempo, durante seu treinamento médico, ela viu situações realmente difíceis que ocorriam em determinadas estações climáticas com algumas doenças (meningite, malária, doenças alérgicas) e os pacientes sofriam muito. Em sua pesquisa, ela encontrou alguns estudos sobre doenças sensíveis ao clima em algumas partes do mundo, mas na região de Sahel havia apenas alguns estudos, e até mesmo o acesso a dados confiáveis era outro desafio. Assim, para sua tese de doutorado, decidiu unir essas duas carreiras, a médica e a ambiental.

Zeinabou ingressou no Climate Solutions Lab de setembro de 2022 a março de 2023 e, durante esse período, trabalhou no desenvolvimento de soluções para conectar clima e saúde. Ela aprendeu como elaborar um projeto impactante, passo a passo. Ela gostou de aprender essas etapas durante o Solution Lab, especialmente a descoberta do cliente.

O processo da solução climática de Zeinabou a levou a três conquistas principais. Em primeiro lugar, ela lançou um Centro de Educação e Pesquisa sobre Saúde e Mudanças Climáticas (CERSCC-Magaria), mobilizando várias organizações e indivíduos. Para isso, ela mobilizou o Ministro do Meio Ambiente, o representante sênior do Ministro da Saúde Pública, o representante do ponto focal da UNFCCC em Níger (CNEDD), a Organização Mundial da Saúde, centros de pesquisa, professores pesquisadores e muitas outras organizações e indivíduos importantes.

Em segundo lugar, ela criou a “Association of Young Health Professional – AERSCC Niger”, uma associação de jovens profissionais de saúde comprometidos com a causa da mudança climática, a primeira do gênero na região de Sahel.

Sua terceira conquista foi defender que o Ministério da Saúde Pública, População e Assuntos Sociais se comprometesse com a convenção de saúde resultante da presidência da COP26. Esse ministério estabeleceu recentemente um comitê multissetorial para preparar a adesão do Níger a essa convenção.

Diretoria executiva do CERSCC-MAGARIA, no dia do lançamento oficial das atividades sociais do Centro. Da direita para a esquerda: Alexandre Dedegnon, consultor associado em comunicação, Nana Harouna, consultora associada em defesa política e jurídica, Dra. Zeinabou Maman Noura, fundadora e diretora executiva, Abdoulaye Attahirou Kadade, consultor associado em educação e treinamento.

 

Resumo da solução climática:

Centro de Educação e Pesquisa em Saúde e Mudanças Climáticas (CERSCC- Magaria).

O último relatório especial do IPCC alertou novamente o mundo inteiro sobre a aceleração do aquecimento global com todas as suas consequências, incluindo a saúde pública. Prevê-se que, de 2030 a 2050, ocorrerão 250.000 casos adicionais de óbito por ano de quatro doenças decorrentes da mudança climática: malária, desnutrição, diarreia e estresse por calor. Além disso, no Níger, há uma falta de acesso a dados confiáveis e um fraco envolvimento dos profissionais de saúde para evitar que isso aconteça.

Em um contexto no qual 11,6 milhões de mulheres grávidas foram afetadas pela malária em 2019, o projeto ressalta a urgência de compreender como a mudança climática afeta a transmissão de doenças transmitidas por vetores, como a malária. O projeto se concentra em abordar a relação entre as mudanças climáticas, a saúde e a malária na África. Tem como objetivo criar um centro de treinamento e pesquisa sobre mudanças climáticas e saúde, envolvendo profissionais de diferentes áreas.

_____________________________________________________________

Artigo produzido pela equipe do projeto Impulsouth e originalmente publicado em inglês em: 

Catalysts of Change: The Visionary Work of Zeinabou M. Noura in Bridging Medicine and climate action

_____________________________________________________________

Climate Solutions Lab: laboratório de aceleração de projetos de jovens líderes da África e América Central na temática de mudanças climáticas. Conheça mais aqui.